ESTAR PROFESSOR.

No texto anterior trabalhei o Ser Professor, agora quero trabalhar o Estar Professor.

Qual a diferença?

Ela é sutil, mas determina uma enorme distância entre os dois estados em que alguém se posiciona na profissão professor.

Ser professor é gostar do seu trabalho, é se preocupar em buscar mais conhecimentos, em preparar uma boa aula, já estar professor é o estado de alguém, que por não encontrar outra alternativa de trabalho, acaba exercendo o cargo como bico, não se prepara, não se preocupa em buscar novos conhecimentos.

Quem é professor por vocação, não fica só se preocupando com o seu salário, pois sabe que o mesmo será o resultado de um bom trabalho e saberá buscar a valorização do mesmo, tem a consciência de que exercendo a profissão com dedicação e carinho, será reconhecido e novas oportunidades surgirão para ele no mercado. O bom profissional é disputado no mercado, seja lá em que segmento for. Ele não fica defendendo a isonomia, entende e valoriza a meritocracia.

Quem está professor, vive nos cantos reclamando de seu salário, tudo está errado onde trabalha, mas, não tem sugestão alguma para melhorar, vive a dizer que não lhe dão oportunidades e quando vê um colega galgar postos ou receber uma oferta melhor de salário, fala aos quatro ventos que é um sortudo, que é um puxa-saco, ou coisas que são impublicáveis neste espaço. Para ele o mercado sem dúvidas fecha a porta, pois ele luta pela isonomia e detesta a meritocracia.

Você que exerce esta nobre profissão de professor, se coloca no: Ser Professor, ou fazendo uma análise sincera de sua atuação, se vê um: Estar Professor?

Advertisements

2 Respostas to “ESTAR PROFESSOR.”

  1. LEANDRO CHH Says:

    Parabéns pelo trabalho professor Leonardo, o senhor é um exemplo de humildade, cristianismo, fé e equilibrio.

    Ah, eu postei uns trabalhos do senhor de uma olhada se tiver que arrumar algo é so falar.

    Abraços,

    Leandro

  2. Eduardo Araujo Says:

    A educadora cearense, Nildes Alencar, define que a missão do professor é : “Qual a utopia da educadora hoje? Será sempre a mesma: o ser humano. Saber que o homem é capaz de se transformar.”

    PS: A educadora Nildes Alencar é irma de Frei Tito de Alencar Lima ( parceiro de luta de Frei Betto).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: